| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Valter Bitencourt Júnior
Desde: 11/03/2014      Publicadas: 71      Atualização: 08/12/2016

Capa |  Biblioteca Pede Ajuda  |  Curso de Fitoterapia  |  Discurso  |  Greve Geral  |  Literatura  |  Máquina  |  Mundo poético  |  Notícia  |  Poesia  |  Poesia  |  Pronto para a vida  |  Resenha  |  Valter Bitencourt Júnior  |  Valter Bitencourt Júnior 1


 Literatura

  15/03/2014
  0 comentário(s)


Falando um pouco de literatura, falando um pouco de mim...

A literatura para mim é como um quadro, que tem por necessidade de ser pintado com a maior calma possível, para com o tempo ir avaliando o valor deste quadro, feito por um artista, se for tinta a óleo vai demorar um pouco mais para se fazer, e para se secar, será mais trabalhado. A escrita é assim, tem por toda a capacidade de formar imagens, criar formas, sentidos, tem por sua vez uma grande multiplicidade e até capaz de soltar aromas pelo ar, degustável, é incrível.

Falando um pouco de literatura, falando um pouco de mim...
A literatura para mim é como um quadro, que tem por necessidade de ser pintado com a maior calma possível, para com o tempo ir avaliando o valor deste quadro, feito por um artista, se for tinta a óleo vai demorar um pouco mais para se fazer, e para se secar, será mais trabalhado. A escrita é assim, tem por toda a capacidade de formar imagens, criar formas, sentidos, tem por sua vez uma grande multiplicidade e até capaz de soltar aromas pelo ar, degustável, é incrível.

A literatura, é infinita, é uma arte muitas das vezes inefável (resumida em uma só palavra, sem precisar de plural), surpreendente, que fascina aqueles que buscam as palavras, assim como aqueles que não a busca, mas a admiram, porque as palavras tem um poder imenso, tanto de construir quanto de destruir, mas aqueles que constroem vence na sociedade, prospera, encanta.

Quem faz a literatura, faz a vida, quem escreve faz a vida, traça a vida, registra a vida, constrói a vida, a literatura como dita é arte, que necessita também de ser prestigiada, é som, é também música, que também necessita de ser prestigiada, quem faz literatura também é artista, artista muitas das vezes pouco reconhecido, pela sociedade.

Quem vive a literatura vive a vida, muitos vivem a literatura e nem percebe, aqueles que admiram o voo de um pássaro pode ser um poeta mesmo sem escrever, pela sua sensibilidade, aquele que ver uma flor em cores, que sente o aroma da flor, seja homem ou mulher, pode serem um poeta, aqueles que verem a vida muitas as vezes amarga, que sente dores, que sente tristeza, pode ser um poeta, pode ser um escritor, um romancista, um cronista mesmo não escrevendo, aprendeu a escrever com os olhos, se tornou um leitor.

Literatura é arte, literatura é beleza, assim como tristeza, dor, alegria, amor, guerra, sentimentos vários, por isso a literatura encanta, nos faz sentir, nos alivia, nos acalma, nos descontrola, nos faz amar.

A minha vida se transformou em literatura, se transformou em escritas, em palavras, porque busco vivenciá-las, porque a literatura me aproxima da escrita, me transformei em palavras.


  Mais notícias da seção Literatura no caderno Literatura
15/03/2014 - Literatura - O AMOR NA SUA SIMPLICIDADE
Poesia - Marta Paes...
15/03/2014 - Literatura - Anjo negro
Poesia - Varenka de Fátima Araújo ...
15/03/2014 - Literatura - A ARMA NOSSA DE CADA DIA
Poesia - Gilberto Nogueira de Oliveira ...
15/03/2014 - Literatura - Injustiça
Poesia - Valter Bitencourt Júnior...
15/03/2014 - Literatura - Ordem Dos Poetas Do Brasil
SECRETÁRIO GERAL DA ORDEM DOS POETAS DO BRASIL: VALTER BITENCOURT JÚNIOR...



Capa |  Biblioteca Pede Ajuda  |  Curso de Fitoterapia  |  Discurso  |  Greve Geral  |  Literatura  |  Máquina  |  Mundo poético  |  Notícia  |  Poesia  |  Poesia  |  Pronto para a vida  |  Resenha  |  Valter Bitencourt Júnior  |  Valter Bitencourt Júnior 1
Busca em

  
71 Notícias